Estruturas do tampo e do fundo utilizadas por Ignacio Fleta

Violão Fleta 1966

 

Roseta utilizada por Fleta

Violão Fleta 1966

Voltar para Instrumentos

Os violões Fleta são reconhecidos por sua tremenda potência sonora, o que os torna especialmente interessantes para apresentações em salas de concerto.

Trabalhando em duas pequenas salas conectadas na velha Barcelona, Fleta iniciou sua carreira construindo instrumentos de arco. Seu primeiro trabalho como luthier foi a construção de um violoncelo, em 1920. Seu primeiro violão foi construído somente em 1930 e, apesar das dificuldades de suprimento de matérias-primas geradas pela Guerra Civil Espanhola, ele não interrompeu suas atividades nesse período.

Após a morte de Ignácio, em 1977, seus filhos Gabriel e Francisco deram continuidade ao trabalho do pai, produzindo até os dias de hoje, instrumentos de grande pujança sonora que fazem justiça ao sobrenome Fleta.


Tampo de madeira de cedro canadense sendo preparado para um violão Fleta em construção no atelier de Antônio de Pádua Gomide.

 

Culatra especialmente construída por Antôniode Pádua Gomide para um modelo Fleta, em 3 peças de abeto (Picea abies) e cedro (Cedrella odorata) com o objetivo de se conferir maior leveza à caixa. O desenho desta peça também evita que o tampo e fundo sejam deformados pela pressão de colagem, já que o abeto cede antes que isso ocorra.

 

(C) 2006 Christovão Abrahão & Luiz Finamore